Angola Expo Milano 2015

Albina Africano speech

4 years ago

Discurso da Comissária Geral de Angola por ocasião da assinatura do contrato de participação de Angola na Expo Milano 2015

Suas Excelências
Sr. Embaixador da República de Angola na Itália
Sr. Comissário Geral da Expo Milano 2015
Estimados convidados
Minhas Senhoras
Meus Senhores

Permitam-me que em nome do meu País, felicite a República da Itália, País com quem Angola mantem excelentes relações de amizade e de cooperação, como anfitriã de tão importante evento Internacional, a Expo Milano 2015.

As Exposições Universais são acontecimentos que permitem a congregação de ideias entre diferentes países com vista a uma abordagem mais diversificada de questões relativas a cultura, negócios, criatividade, e inovação no âmbito da busca de soluções conjuntas para o bem estar da Humanidade.

Albina AssisA Expo Milano 2015, ao escolher o tema – Alimentar o Planeta, Energia para a Vida – veio pela primeira vez na história das expos abordar uma questão sensível que afecta o mundo inteiro, em especial a África, o nosso Continente, pois a alimentação é na realidade a fonte da vida. O tema da Expo Milano 2015 vai permitir igualmente uma reflexão global sobre o problema da má nutrição resultante da situação de pobreza em que se encontram milhões de seres humanos no nosso planeta, com grande incidência no continente africano.

Assim, pela primeira vez na história das Expos encontramos a organização da Expo e consequentemente o BIE – Bureau International des Exposition e as Nações Unidas juntas em direção aos mesmos ideais, coincidentes com os objectivos do Milênio.

Alimentar o Homem, ou melhor alimentar o nosso planeta de forma sustentável, eis a questão que nos vai unir ao longo destes anos que antecedem a preparação das nossas exposições e durante a nossa permanência em Milão de Maio a Novembro de 2015.

O meu País, através do seu Executivo, dirigido por Sua Exc. Senhor Presidente da República, Eng.º. José Eduardo dos Santos vai participar neste certame com o tema – Alimentação e Cultura: Educar para Inovar, abraçando assim um dos sub-temas propostos pela Organização e que enquadra perfeitamente na nossa realidade nacional e na nossa visão sobre o tema geral. Sendo a Cultura a alma e expressão de qualquer país, através desta será possível apreciar e mostrar ao mundo toda a riqueza e diversidade da culinária angolana bem como dos rituais, cerimónias e tradições que lhe estão associados, iniciando assim uma longa viagem onde estão presentes aspectos dessa mesma cultura e a sua interação com a dos outros povos.

Através do desenvolvimento do tema “Alimentação e Cultura” iremos demonstrar como foi possível ao longo dos séculos alimentar as nossas populações e poder-se-á estabelecer contactos mais próximos com os produtos que são a base de alimentação dos angolanos, com a educação alimentar das jovens gerações e como estes produtos têm vindo a ser usados de modo a contribuir para um estilo de vida mais saudável da população. Temos por isso, como angolanos um longo caminho a percorrer.

Angola é actualmente um dos países de África com maior crescimento económico e consequentemente em franco desenvolvimento, facto que será demonstrado e potencializado através da realização do nosso Pavilhão Independente, com a dimensão de 2010m2, superando assim os das edições das Expos anteriores.

O slogan do nosso Pavilhão “Educar para Inovar”, vai procurar traduzir a nossa visão do futuro, pois para nós educar significa essencialmente cuidar do bem estar das gerações actuais e vindouras no que respeita a sua saúde e bem estar social, enquanto que a inovação deve aqui ser entendida como a necessidade de pesquisar e analisar as boas práticas seculares dos nossos antepassados adaptáveis ao mundo actual bem como a assimilação e a adopção de novas tecnologias nas mais diversas áreas da nutrição, como métodos de cultivo, utilização de novas espécies, distribuição de alimentos, partilha equilibrada de terras aráveis, contribuindo substancialmente para uma cadeia de abastecimento alimentar sustentável.

Procuraremos como habitualmente, trabalhar mais próximos da Organização da Expo no aprofundamento do nosso tema e na escolha das melhores soluções para o nosso pavilhão em todos os aspectos da sua edificação, nomeadamente matérias primas, equipamentos, fontes de energia, tratamento de resíduos, sistemas de informação e de comunicação tendo sempre presente a filosofia do equilíbrio entre o homem como agente criador e transformador e a preservação do ambiente.

Antes de terminar gostaria de reafirmar que a nossa presença aqui nesta Exposição Universal, a Expo Milano 2015, vem mais uma vez reforçar os laços de amizade e cooperação existentes entre os nossos dois países, fortalecidos ao longo destes anos desde a nossa Independência.

Termino agradecendo o convite formulado pelo Governo da Itália e pela Organização para a nossa participação. Agradecemos igualmente o BIE pelo apoio e pela cooperação durante a nossa presença nas Expos, fazendo votos de que a nossa participação possa contribuir para os objectivos que se pretendem alcançar durante esta magnifica Exposição.

Muito obrigado,
Albina Assis Africano